quinta-feira, junho 21, 2007

Afinal o "barco afundado" tem nome...


Tal como muitos de vós(marienses), desde que me lembro de ser gente que ouço falar do barco afundado da praia Formosa. Certo é, que o facto de desconhecer a proveniência, idade, história, condições do naufrágio daqueles destroços ferrugentos plantados no fundo arenoso da baía, exerceu sobre mim um fascínio especial e durante muitos anos deixei-me levar pelas minhas próprias fantasias sobre a embarcação, até que... Até que decidi pesquisar e descobrir de uma vez por todas "quem" é o barco afundado. Ora bem... Para minha surpresa após uma pesquisa relativamente fácil e rápida consegui apurar os seguintes dados sobre a embarcação:
Pertencente à Compañía Trasatlántica Española, a embrarcação de seu nome Canárias (anteriormente conhecida por Constitución), era um vapor de umas 1860 toneladas, 400HP, tinha acomodação para cerca de 600 passageiros em duas classes e a sua construção data de 1861.
Navegou 10 anos até que a 13 de Novembro de 1871, nas imediações da Baía da Praia Formosa sofreu um incêndio que o fez voltar, naufragando assim a 50 metros da costa. E aqui está, a verdade sobre algo que(penso eu) a todos nos intrigava, mas que agora, mesmo sabendo o seu passado nunca vai deixar de ser um destroço misterioso, quase "mágico" para aqueles que o visitam... o nosso "Barco Afundado"!

10 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

excelente post!

6/22/2007 7:17 da tarde

 
Blogger M.C disse...

Obrigado Emanuel, sem dúvida uma excelente pesquisa que certamente irá aguçar a curiosidade de muita malta nova.

Abraço

6/22/2007 10:06 da tarde

 
Anonymous Anónimo disse...

Tinha algum rico a bordo?

6/23/2007 8:52 da tarde

 
Anonymous Anónimo disse...

Se tinha algum rico????
Nesse barco, havia uma caixa cheia de dobrões de ouro!
Várias taças em ouro e prata pertences de D. Xilofone VI, Rei de Xilofáxia, no norte de África.
Um amigo meu jurou por Deus, que numa das suas visitas ao barco, de oculos e barbatanas, viu várias vejas e sargos com cordões, brincos e alguns anéis de ouro...

;)

6/25/2007 3:45 da manhã

 
Anonymous Pedro Cambraia disse...

Só foi pena isso não ter sido num local com fundo de pedra e fora da rebentação. Talvez houvesse mais do barco à vista. Sem duvida que me matou a curiosidade.

7/10/2007 1:57 da tarde

 
Anonymous snapple disse...

gostei...
=)
parabens....
como conseguiste informacoes?
espero resposta....

abracos

7/23/2007 10:31 da tarde

 
Anonymous snapple disse...

sem duvida que foi pena ter sido num local de rebentacao...
mas mesmo assim nao deixa de ser"fantastico"....

7/23/2007 10:37 da tarde

 
Blogger Lua dos Açores disse...

Gostei de ler...Parabéns pela pesquisa
beijinho

7/24/2007 3:59 da tarde

 
Blogger www.paulosoares.net disse...

Uma curiosidade satisfeita! Por acaso não sabia da história.
Bom trabalho!

8/03/2007 11:55 da manhã

 
Anonymous Anónimo disse...

http://o-roteiro.blogspot.com/2008/05/o-naufrgio-do-vapor-canrias.html

tem toda a informação;)

1/28/2011 1:43 da tarde

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial